15 – VITÓRIA: JUSTIÇA MANDA SEAP PREEENCHER 453 VAGAS DE INSPETOR PENITENCIÁRIO, COM CANDIDATOS DO CONCURSO DE 2003.

0

Rio de Janeiro, 29 de junho de 2015.

 

VITÓRIA: JUSTIÇA MANDA SEAP PREEENCHER 453 VAGAS DE INSPETOR PENITENCIÁRIO, COM CANDIDATOS DO CONCURSO DE 2003.

 

      Meus Amigos.

Já faz doze anos que os candidatos ao cargo de Inspetor de Segurança e Administração Penitenciária (ISAP), do concurso de 2003, aguardam que a justiça seja feita. E ela tardou, mas chegou!

      Nos autos de nossa ação popular, à qual foi apensada ação civil pública do Ministério Público, o Estado desistiu de recorrer da decisão de segunda instância – algo que tentamos inúmeras vezes ao longo desses anos, sem sucesso, junto à Procuradoria Geral do Estado (PGE) – e 453 vagas serão preenchidas com concursados aprovados de 2003.

      Caso conheça alguém que realizou este concurso e possa ser beneficiado pela decisão, peça para que o mesmo atualize seus dados na Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SEAP), bem como fique atento à convocação, que deve ocorrer entre os dias 4 e 7 de agosto. E, em caso de dúvidas, que entre em contato conosco pelo telefone (21) 2588-1565.

      Mais uma vez, agradeço ao Dr. João Henrique e à Dra. Lygia, bem como a todos os Promotores de Justiça que atuaram no processo ao longo de todos esses anos, por todo esforço e dedicação para fazer justiça e preservar o instituto do concurso público no Rio de Janeiro.

      E o agradecimento especial é para todos os candidatos que acreditaram em nosso gabinete parlamentar e em nosso compromisso com a causa! A vitória é de vocês!

seap_convoca_543

FLÁVIO BOLSONARO
Deputado Estadual RJ
http://www.twitter.com/flaviobolsonaro
deputado@flaviobolsonaro.com.br

Share.

About Author

É irmão do Deputado Federal Eduardo Bolsonaro e do Vereador Carlos Bolsonaro, com os quais comunga os ideais e pensamento político de seu pai, Deputado Federal Jair Bolsonaro, resumidamente representados pela defesa da família; dos valores cristãos; do valor e importância do trabalho e do mérito como mais justos critérios de progresso social e distribuição de renda; da ética; da propriedade; do respeito aos direitos dos cidadãos cumpridores das leis – dentre outros.